Escaras: como as evitar e tratar

As Escaras são feridas que aparecem na pele, podem ser conhecidas como úlceras de pressão ou escaras de decúbito. Estas feridas aparecem, com maior frequência, em pessoas que mantenham a mesma posição durante longos períodos de tempo pois, desta forma, a corrente sanguínea e os nutrientes estão a sofrer uma pressão externa e não conseguem percorrer o corpo.

As zonas do corpo onde é mais comuns de aparecer estas lesões são acima do rabo, as laterais do qualdril e calcanhares.

 

Graus de Escaras

 

1º grau: Vermelhidão na pele que não desaparece mesmo não tento contacto com nenhuma superfície.

 

2º grau: Formação de uma bolha com conteúdo aquoso.

 

3º grau: Quando o tecido muscular é atingido, apresenta uma pele arroxeada.

 

4º grau: Na última fase, atinge as zonas mais profundas e pode danificar o músculo deixando os ossos e as articulações expostas.

 

Como evitar ter Escaras

As formas que são mais aconselhadas para a precenção do aparecimento destas lesões na pele são:

  • Alimentação equilibrada;
  • Boa hidratação do corpo;
  • Mudar de posição a casa 2 horas;
  • Usar almofadas anti escaras;
  • Para pessoas acamadas, é aconselhado um colchão anti escaras.

 

Como tratar as escaras

O tratamento pode variar conforme o grau de gravidade e o tamanho das lesões. Quando as lesões se encontram nos primeiros graus, 1º, 2º ou 3º grau, têm por habito diminuírem por si mesmas, contudo é necessário que haja um cuidado de prevenção. Em alguns casos, é necessário recorrer a ajuda de antibióticos e curativos especiais indicados por médicos especialistas.

No 4º grau, é necessário que exista intervenção cirúrgica para, deste modo, a área afetada seja limpa e esterilizada corretamente. Nalguns casos, pode ser preciso que haja uma transplantação de pele para que a lesão cicatrize com mais rapidez.

 

Na Oestmed encontra diversos materiais anti-escaras. Venha visitar-nos e conheça todo o material.